FECHAR
03 de outubro de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Com tecnologia para gestão do canteiro de obras, Mori Mori Empreendimentos aumenta 60% em produtividade

Acessado através de tablets e com interface intuitiva, os módulos de Segurança e Qualidade do Mobuss Construção trazem mais precisão aos dados relacionados ao canteiro e centralização das informações para a tomada de decisão
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Mori Mori Empreendimentos, que tem sede em Caruaru, Pernambuco, adotou o sistema de mobilidade Mobuss Construção para automatizar a gestão de suas obras.

Após o investimento, papéis e planilhas deram lugar a tablets com um sistema de interface simples e intuitiva, que permite o registro das informações no próprio canteiro e a organização da gestão com mais rapidez e menos retrabalho.

Daniel Mori, almoxarife da Mori Mori, explica que a empresa optou por utilizar os módulos de Segurança e Qualidade do sistema, e que já registra ganhos evidentes para a empresa.

“Tivemos um aumento de 60% na produtividade, pois passamos a ter mais praticidade na rotina. Os dados sobre equipamentos de proteção individual, treinamentos, inspeções de máquinas, gestão de pessoal, endereços, fornecedores e empreiteiras, cadastros de obras e alocações dos colaboradores agora estão em uma única base. Ficou muito mais fácil verificar pontos de melhoria, reduzir custos, organizar o trabalho”, diz.

Desenvolvido pela Teclógica, empresa brasileira de TI e Negócios, o Mobuss Construção proporcionou à Mori Mori a eliminação do uso de papel em sua rotina no canteiro de obras. “Não corremos mais o risco de termos uma pilha enorme de atas”, destaca Mori.

Outro ganho da tecnologia para a construtora, de acordo com a empresa, é a coleta de evidências fotográficas.

“Dentro do módulo de Qualidade realizamos as inspeções de serviços e as imagens garantem melhor assertividade no tratamento de não conformidades, além de facilitar a aplicação de melhorias, que implica diretamente na qualidade final da obra”, exemplifica.

Adriana Bombassaro (foto), diretora de Produto da Teclógica, garante que o Mobuss Construção vai muito além da coleta das informações no canteiro.

“No caso da Mori Mori vemos, por exemplo, uma mudança de cultura na gestão das obras. Houve ganho de produtividade e hoje há muito mais segurança em relação à armazenagem de dados, comenta Adriana.

“Com o módulo de Segurança os gestores têm em mãos todas as informações sobre seus profissionais e os treinamentos que receberam, além de controlar o uso de EPIs, fundamentais para a segurança das equipes. Na área da Qualidade, conseguem trabalhar com muito mais eficácia em correções e melhoria contínua. Usar essa tecnologia significa mudar totalmente o mindset da gestão, focando no desenvolvimento para o crescimento da companhia”, diz.