FECHAR
26 de julho de 2015
Voltar
Entrevista

Concessões: depois da consolidação, a expansão

Entrevista com Ricardo Pinto Pinheiro, presidente da ABCR - Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias

Novo presidente da ABCR quer promover a interlocução entre investidores de diferentes modais para fortalecer a participação privada nos investimentos em infraestrutura.

O programa brasileiro de concessão de rodovias, nascido em junho de 1995, com a assinatura do primeiro contrato para administração da Ponte Rio-Niterói, completa 20 anos. Esse fato deflagrou a criação da ABCR - Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias. Ao longo desses anos, as concessões de rodovias se consolidaram, com investimentos de R$ 43 bilhões e perspectiva de R$ 55 bilhões para os próximos cinco anos.

Para comemorar os 20 anos e marcar uma nova fase da entidade, a ABCR desenvolveu uma nova logomarca valendo-se de elementos gráficos que simbolizam o trabalho da entidade com governo, concessionárias e opinião pública, na defesa dos interesses dos associados, da sociedade, da infraestrutura de qualidade e no trabalho pelo crescimento do setor.  O novo logotipo marca, ainda, uma importante renovação da entidade, com um novo plano estratégico elaborado pela consultoria McKinsey, a partir de análise das tendências do setor de transporte rodoviário para os próximos anos.

Como parte das celebrações, a ABCR também está organizando o 9º CBRC - Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões, que será realizado em Brasília de 14 a 16 de setembro, com participação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ministério da Fazenda, Ministério dos Transportes e representantes de várias entidades do setor.

A associação tem novo presidente, Ricardo Pinto Pinheiro, que sucede a Moacyr Servilha Duarte. Com formação de engenheiro eletricista, Pinheiro já foi diretor-presidente do Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica (DNAEE) e da Agência Reguladora de Águas (Adasa). Presidiu, ainda, a Eletronorte e a Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar), além de ter atuado por 10 anos na área de projetos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), nos Estados Unidos.

Nesta entrevista, concedida a Grandes Construções, Ricardo Pinto Pinheiro faz um balanço do setor e diz o que podemos esperar das novas concessões rodoviárias, resultantes da nova etapa do plano de investimentos em logística do governo federal.

Revista Grandes Construções - O Brasil está completando um ciclo de início, meio e fim das primeiras concessões rodoviárias. Como a ABCR analisa esse primeiro conjunto de concessões no país?