FECHAR
Voltar

Jogo Rápido

Revista Grandes Construções Edição 34 - 02/2013

R$ 320 milhões para obras da Barragem de Castelo (PI)

Foi dado o sinal verde para a construção da barragem de Castelo, que deve resolver de forma definitiva o problema de abastecimento hídrico em Teresina e cidades vizinhas, no estado do Piauí. Um acordo entre o governo do estado e o Ministério do Planejamento garantiu o enquadramento do projeto no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com repasse de R$ 320 milhões para a construção.

Além da barragem de Castelo, o Piauí também foi contemplado com projetos de contenção de cheias para os rios Longá, em Esperantina, e Marataoan, em Barras. Para tanto, cada município receberá um recurso de R$ 2,9 milhões. Segundo o governador, os projetos já estão sendo empenhados, para que em breve as obras sejam iniciadas. A construção da barragem de Castelo será um passo importante para o desenvolvimento de culturas irrigadas, projetos de piscicultura, geração de energia, turismo, entre outros segmentos no Piauí.

O governo do Piauí também conseguiu a inclusão de cinco novas obras no PAC. São elas: barragem e adutora de Pedregulho (R$ 7 milhões), adutora de Lagoa do Barro (R$ 6,6 milhões), adutora de Queimada Nova (R$ 2,3 milhões), adutora de Vila Nova (R$ 2 milhões) e adutora de São Raimundo Nonato (R$ 15 milhões). Além das pequenas barragens, o programa também deve contemplar a adutora Sudeste, no valor de R$ 27 milhões.

 

20/02/2013