Voltar

Jogo Rápido

Revista Grandes Construções Edição 28 - 08/2012

Obras de ampliação do Estaleiro Rio Grande ganham fôlego

A Lamb Construções e Engenharia finalizou em maio a primeira fase da execução de fundações, bases de equipamentos e estrutura de concreto armado da fábrica de painéis e blocos e das cabines de pintura, que fazem parte do projeto de ampliação do Estaleiro Rio Grande. A empresa já deu início às fundações do novo pórtico do estaleiro sobre o dique seco, que terá vão de aproximadamente 200 metros e capacidade de carga de 1,5 mil toneladas. “O grande desafio é executar as estacas sem danificar os elementos (tirantes) que sustentam as paredes do dique”, explica o diretor-presidente da empresa, o engenheiro Júlio César Lamb.

O pórtico servirá para montar os módulos de plataformas que comporão os FPSOs (Unidade Flutuante de Armazenamento e Transferência), cuja construção está a cargo da Ecovix-Engevix Construções Oceânicas. O objetivo é ampliar as áreas de pré-edificação na lateral do dique seco, dando mais agilidade na construção das plataformas.

Nessa obra, a Lamb é responsável pela construção das fundações do pórtico, composta por 27,4 mil metros de estacas tipo raiz, com profundidade de 46 metros e aproximadamente 16,1 mil metros de estacas metálicas tubulares, com profundidade de 50 metros. Aproximadamente 10,6 mil metros cúbicos de concreto serão consumidos, assim como 1,2 mil toneladas de vergalhões.

Para atender o cronograma da obra foram montadas duas centrais de concreto com capacidade de produção de 700 m3 de concreto/dia. A produção de pilares da fábrica de blocos, cada um com mais de 100 toneladas, está sendo feita em pistas de concretagem de elementos pré-moldados construídos na própria obra, evitando o custo de transporte e as barreiras logísticas impostas pela movimentação de elementos desse porte.

 

02/08/2012

Infraestrutura

Asfalto colorido

02/08/2012
02/08/2012