FECHAR
Voltar

Jogo Rápido

Revista Grandes Construções Edição 30 - 09/2012

Aviação regional: demanda cresce mais de 60% em SP

O aumento é puxado por 18 dos 31 aeroportos administrados pelo Daesp e tem no topo do ranking o aeroporto de Marília, que cresceu 156%, comparando janeiro a julho de 2011 ao mesmo período de 2012. Passaram pelos seus terminais 55.486 passageiros em 2012, contra 21.613 passageiros em 2011.

Outro aeroporto que opera voos regulares comerciais, que também se destacou, foi o de Bauru, com aumento de 82% nos primeiros sete meses de 2012, com 103.510 passageiros, contra os 56.840 de 2011.

O terceiro lugar no ranking ficou com Araçatuba. De janeiro a julho de 2012, passaram pelo aeroporto 96.159 passageiros contra 62.657 em 2011, um aumento de 53%. Já o aeroporto de Presidente Prudente cresceu 27% na movimentação em 2012, com 171.150 passageiros e São José do Rio Preto, 20%, registrando 450.059 usuários nesses sete primeiros meses.

O aumento da movimentação, de acordo com Ricardo Volpi, superintendente do Daesp, é atribuído “ao crescimento na demanda de cada região, aliado à entrada de novas companhias aéreas. A concorrência de mercado gerou tarifas mais acessíveis e atrativas aos usuários”.

Outra fatia do mercado atendida pelos aeroportos do Daesp, que é a aviação geral (executiva), também impulsionou esse crescimento. Jundiaí registrou aumento de cerca de 21% nos pousos e decolagens, de 56.909 (2012) contra 47.023 (2011).

No total, os 31 aeroportos administrados pelo Daesp receberam, nos primeiros sete meses do ano, 1.661.925 passageiros e, em 2011, 1.475.065.

 

15/10/2012

Petróleo, Gás e Combustíveis

Duas FPSOs para o pré-sal