Voltar

Jogo Rápido

Revista Grandes Construções Edição 63 - 09/2015

Acordo libera obras de aeroporto privado

A Penido Construtora firmou um acordo judicial preliminar com o Ministério Público do Estado de São Paulo e vai retomar as obras emergenciais do Aerovale, o aeroporto privado de Caçapava, no Vale do Paraíba. O acordo se refere a um processo judicial ambiental que havia levado ao embargo das obras em março deste ano. As licenças ambientais emitidas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) estão sendo questionadas pela Justiça, em um processo que envolve, além da própria Cetesb, o Aerovale e a Construtora Penido, responsável pelo empreendimento. O Aerovale contratou um escritório especializado em questões ambientais para cuidar da defesa.

“Estamos contentes com o acordo e a possibilidade de solução definitiva para a questão, pois queremos cumprir o nosso compromisso de finalizar as obras”, disse Rogério Penido, CEO do Aerovale e fundador da Penido Construtora. O Aerovale começou a ser projetado há 10 anos e hoje é fruto de um investimento de R$ 250 milhões. O aeródromo já foi aprovado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e poderá operar voos executivos. Em fevereiro do ano passado, recebeu autorização para a exploração comercial, como aeroporto público.

A pista será cercada por hangares e um condomínio industrial/ empresarial. Ao todo são 305 lotes. As obras em fase final para entrega do condomínio se concentram agora no asfaltamento dos acessos à pista e no terminal de passageiros. No Aerovale, vão se instalar empresas de manutenção de aeronaves, de táxi aéreo, hangares e outros.

 

 

07/09/2015
07/09/2015
07/09/2015
07/09/2015
07/09/2015